Televisa e Netflix retomam parceria

Há mais de 2 anos um rompimento causou a frustração em grande parte dos assinantes da Netflix. O serviço e um dos maiores canais mexicanos haviam rompido a parceria e levando embora grande parte de seus sucessos. Deixaram o catálogo títulos como Chapolin e Chaves, além das novelas, Rebelde e Usurpadora.

Agora um novo anúncio volta a pegar os assinantes de surpresa. Isso por que, após uma tentativa frustrada de consolidar o seu próprio serviço de streaming, o Blim, a Televisa voltou atrás e reatou os laços com a Netflix.

A partir de 2019 – ainda não se sabe o mês – a Netflix disponibilizará os conteúdos da produtora mexicana. Patricio Wills presidente da emissora mexicana, participou do evento Upfront e lá fez este anuncio.

Com uma remodelagem em todo o seu serviço, não é apenas a Netflix que será parceira do Canal, TNT, Amazon Prime e Sony completam o time que estará ao lado da nova aposta.

Para quem é fã das novelas mexicanas, já estão sendo preparados os seguintes títulos: “Jungla” (Selva) e “Pueblo Chico” (Cidadezinha). As novelas chegarão por aqui, logo após a exibição original no México.

Uma das novas regras da alta cúpula dos empresários para 2019 é: “a inovação, formatos mais curtos e dinâmicos com foco nas multiplataformas”, relatou Patricio.

Além desses títulos, a parceria ainda contemplará a série “Fábrica de sueños” (Fábrica dos Sonhos) que contará doze histórias em vinte e cinco capítulos sobre as principais e clássicas histórias das novelas produzidas na Televisa.

“El último dragón” (O Último Dragão) será uma série que tem uma visão moderna sobre o mundo do crime internacional, o texto de Arturo Pérez-Reverte servirá como base para esta produção.

Novelas antigas, Chapolin e Chaves ?

Até o momento, não foram divulgadas se as novelas consagradas da produtora mexicana como: A Usurpadora, Maria Do Bairro e Rebelde, voltarão ao catálogo. Tão pouco as comédias que fizeram história Chapolin e Chaves estão na lista de títulos a ser inseridos no serviço.

Porém, fica aquele fio de esperança de poder rever tais títulos no catálogo da Netflix novamente.

fonte: guiadanetflix

Compartilhe em Suas Redes Sociais